28 de março de 2016

Quando a vaidade ultrapassa os limites


Recentemente uma polêmica tem impressionado (ou não) o povo brasileiro.  A cantora Anitta apareceu com uma boca que deixou muita gente intrigada.
E 90℅ dos comentários foram negativos em questão do seu novo visual.
Mas a questão aqui é, até onde somos capazes de ir para mudarmos o que somos de verdade?
As pessoas se preocupam tanto com a aparecia que chegam a fazer loucuras desnecessárias.
Será que nascemos realmente de forma errada? Por que mudar tanto?
Mexemos aqui e ali até o dia de não nos reconhecemos mais. Esse é um dos propósitos da vida? Moldar nosso físico, até ficarmos parecidos com quem nós admiramos ou com o padrão que a sociedade impõe?
Nem tudo o que é legal em um vai ser legal no outro.
Inspirações todos temos, mas se fulano é de uma forma diferente da minha eu tenho que realmente ir atrás de ter a mesma forma de fulano? Por que eu não valorizo a minha forma, simplesmente?
O limite deveria ser respeitado. Nem tudo me convém, então nem tudo vale a pena.
Eu não preciso ser um outro alguém, eu preciso valorizar quem sou. E assim todos -eu, você, fulano e Ciclano- deveriam pensar e agir .
Beijos de luz

6 comentários:

  1. Realmente tem pessoas que passam dos limites e com as mudanças acabam ficando feias. Amei o texto e a sua opinião. Você abordou o assunto de uma forma bem legal. Concordo com você. Beijo.
    www.reflexocorderosa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Mari!
      e algumas mudanças, nao tem volta.
      beijoss

      Excluir
  2. Tem hora que a vaidade atrapalha e estraga mesmo.
    Adorei o que você escreveu, e eu concluo que devemos nos aceitar como somos, sem querer mudar a nossa fisionomia por vaidade excessiva.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  3. Atualmente o que temos e aparentamos é considerado mais importante do que somos e sabemos. E para as mulheres isso é mais "importante" ainda; inúmeras plásticas, ficar sem comer para ser -gostosa-, e outros absurdos que vemos por aí... Triste. :(
    Adorei o texto!
    Beijos.
    www.cativastes.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...